O estádio do espelho – Vídeo

Lacan , 23/10/2017

 

O eu (ego) se constitui num engano que vai, de acordo com Lacan, da insuficiência para a antecipação. A constituição do eu (ego) dá início ao registro Imaginário, um lugar de apaixonamento OU ódio (aqui não existe o E e sim o OU uma coisa Ou outra). Para sustentar essa imagem é necessário ficar imóvel, imóvel no sintoma talvez, se mover implica em não conseguir mais encontrar a imagem fascinante-ameaçadora, tal como a imagem do ví­deo.